ABI BAHIANA

ABI abre mostra fotográfica sobre Jorge Calmon na Casa do Comércio

A Associação Bahiana de Imprensa (ABI), em parceira com a Federação do Comércio do Estado da Bahia (Fecomércio-BA) vai inaugurar a exposição fotográfica comemorativa ao Centenário de Jorge Calmon, para homenagear o jornalista, o professor, o político, que esteve à frente da entidade entre os anos de 1970 e 1972. No próximo dia 1º de Junho, data em que também é celebrado o Dia da Imprensa, às 17h, a Casa do Comércio vai abrigar a mostra cuja curadoria é do fotógrafo Valter Lessa, diretor da ABI. Serão expostas 20 fotos Jorge Calmon (1915-2006), ofertadas pela família. Os flagrantes selecionados exibem o jornalista em instantes com personalidades nacionais e internacionais, com a família, sendo que há um número maior delas relacionado com as homenagens que lhe foram prestadas em 1995, quando da passagem dos 80 anos dele.

A ABI constituiu, em 2014, uma comissão encarregada de organizar a programação do centenário do jornalista. Uma reunião convocada pelo presidente da ABI, Walter Pinheiro, e pelo jornalista e presidente da comissão, Samuel Celestino, no dia 7 de julho – data em que Jorge Calmon completaria 99 anos -, reuniu em sua sede mais de dez instituições que tiveram a história marcada pela passagem do jornalista. Com um ano de antecedência, o encontro marcou o início da troca de experiências entre as entidades, que discutiram propostas para a programação que só tem crescido. Entre as principais iniciativas estão a missa da Basílica de Senhor do Bonfim no dia 07 de julho – dia do centenário –, às 10h, concelebrada pelo arcebispo dom Murilo Krieger e outros sacerdotes, assim como a sessão especial da Academia de Letras da Bahia (ALB), na noite de 9 de julho.

Em setembro, quando o Tribunal de Contas do Estado (TCE) completará seus primeiros 100 anos, algumas personalidades serão agraciadas com a Medalha Jorge Calmon, distinção que o TCE faz ao ex-conselheiro que completaria também 100 anos. Em 10 de setembro, quando a Ordem dos Advogados do Brasil-Seção da Bahia (OAB-BA) conceder o Prêmio OAB-BA de Jornalismo Barbosa Lima Sobrinho, distinguirá o 1º lugar na categoria impresso com a placa alusiva à passagem dos 100 anos de Jorge Calmon.

Prevista para ser inaugurada no dia 13 de Maio, no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB), a exposição foi adiada por causa das obras ora em execução no prédio da Casa da Bahia. Já o 1º de Junho celebra o dia (de 1808) em que Hipólito da Costa estreou o seu Correio Braziliense, reconhecido como o primeiro jornal brasileiro – apesar de impresso em Londres. A data escolhida para a inauguração da mostra não poderia, portanto, ser mais oportuna. O jornalista Jorge Calmon foi um dos criadores do curso de Jornalismo da Universidade Federal da Bahia (UFBA), trabalhou no jornal A Tarde a partir da década de 1930 e afastou-se da direção geral e da redação após 60 anos de atuação contínua.

*Com informações de Luís Guilherme Pontes Tavares, diretor de Cultura da ABI

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *