ABI BAHIANA, Notícias

ABI repudia agressão à equipe da TV Oeste na paralisação de caminhoneiros

greve caminhoneiros-fotos-reproduçãoA Associação Bahiana Imprensa (ABI) repudia as agressões sofridas pela equipe de reportagem da TV Oeste, afiliada da Rede Bahia, durante cobertura da paralisação dos caminhoneiros, em Luiz Eduardo Magalhães, na BR 242, saída para a cidade de Barreiras. Na manhã da última sexta-feira (27), os jornalistas foram xingados pelos manifestantes, o carro de reportagem teve os pneus furados e o repórter Muller Nunes foi agredido por um caminhoneiro. Ao registrar as imagens da paralisação, o cinegrafista Fernando Correia também foi ameaçado pelos manifestantes. Com as câmaras de ar cortadas, o carro da equipe precisou ser transportado por um guincho para que os profissionais pudessem voltar à redação.

O presidente da ABI, Walter Pinheiro, se manifestou sobre o fato e considera imprescindível a apuração dos fatos e a punição dos responsáveis por esse ato que atenta contra a liberdade de imprensa, tentando impedir que profissionais da comunicação atuem na cobertura de fatos de interesse da sociedade.

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *