ABI BAHIANA

Ana Paula Albuquerque encanta com OMAREMIM na 3ª edição da Série Lunar

Repertório evidenciou a beleza das águas e a força do sagrado feminino

Todos em alto mar numa noite de lua cheia. Essa foi a sensação daqueles que prestigiaram ontem (14) mais uma edição da Série Lunar, projeto criado pela Associação Bahiana de Imprensa (ABI), em parceria com a Escola de Música da UFBA (EMUS). Parte do Auditório Samuel Celestino teve as luzes apagadas para que foco central fosse o palco, onde se apresentou a cantora baiana Ana Paula Albuquerque, também professora de canto popular da EMUS e da Escola Baiana de Canto Popular.

Foto: Joseanne Guedes

Ana Paula, ao lado do guitarrista Felipe Guedes, trouxe o repertório de “OMAREMIM”, um projeto que evidencia a beleza das águas, a força do sagrado feminino, e a potência da mulher. Não à toa, boa parte das canções apresentadas foram compostas por mulheres de diferentes partes do Brasil, entre elas Simone Simões, Ivana Gaia, Regina Machado e Déa Trancoso. Além do protagonismo feminino, houve também canções de Gil Vicente Tavares, Mou Brasil e arranjo da música “Morena do Mar”, original do saudoso Dorival Caymmi.

OMAREMIM também intitula o disco da cantora que será lançado no final de 2019. Ela conta que a obra foi pensada quando ainda morava longe do mar, em Campinas (SP), no ano de 2015. Nessa época, uma situação peculiar lhe chamou atenção. Sua filha pequena ao observar o azul do céu, o mesmo que estampara sua saia rodada, utilizada na apresentação na ABI, confundia-se com o mar. “Maria olhava para o céu, apontava e dizia: ‘Mamãe, olha o mar’, eu respondia: ‘não filha, é o céu!’, até cansar e concordar. Foi daí que eu comecei a compor esse projeto, porque quando vira disco, vira filho”, exclama.

Jorge Ramos, diretor de cultura da ABI, fez questão de lembrar ao final da apresentação que a associação se esforça para valorizar e fomentar a cultura local através da Série Lunar e outros projetos. “Nós fazemos isso para levar cultura, movimentar o Centro Histórico e colocamos desde já à disposição os espaços culturais da ABI”, comentou o dirigente.

A Série Lunar ocorre no dia mais iluminado pela lua cheia de cada mês e vai até dezembro. Confira as próximas datas:

  • 11 de set
  • 16 de out
  • 13 de nov
  • 11 de dez

Leia + sobre a série Lunar: primeira edição | segunda edição

*Supervisão: Joseanne Guedes

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo