Notícias

Após 60 anos, Prêmio Esso suspende edição 2016

A principal premiação de jornalismo no Brasil, o Prêmio ExxonMobil de Jornalismo, antigo Prêmio Esso, está suspenso neste ano de 2016, após 60 anos sem interrupção. A notícia foi confirmada nesta quarta-feira (18/5) pela ExxonMobil, a maior petroleira do mundo e patrocinadora do evento. A empresa explicou que, durante a pausa, irá reavaliar seu formato — mas não precisou se a decisão poderia ser definitiva. Entidades do segmento de jornalismo lamentaram o anúncio da interrupção do prêmio.

“Após seis décadas de reconhecimento ao jornalismo brasileiro, a pausa vai permitir à ExxonMobil reavaliar o formato da premiação, de forma a contemplar tanto as tradicionais quanto as novas formas em que a atividade vem sendo exercida no país”, diz o comunicado da companhia. Perguntada se questões econômicas, decorrentes da recessão no Brasil e da crise que afeta o setor de óleo e gás, teriam pesado na decisão de suspender a realização da edição 2016 do prêmio, a ExxonMobil não respondeu.

Ricardo Pereira, diretor executivo da Associação Nacional de Jornais (ANJ), lamentou a decisão. “É uma notícia triste. Trata-se de uma premiação que há 60 anos vem reconhecendo o bom jornalismo produzido no Brasil. Espero que seja realmente uma pausa e que seja retomada em breve”.

O presidente do Fórum Mundial de Editores, Marcelo Rech, também lastimou a interrupção. Ele destacou preocupação com premiações “aventureiras” e afirmou que o ExxonMobil é o prêmio mais ambicionado e de maior credibilidade no jornalismo, “julga de forma independente”. “Mas é uma decisão empresarial e que pode refletir uma mudança de estratégia do patrocinador. Neste momento, tem preocupado os editores em geral o surgimento de prêmios aventureiros e esporádicos, com aval de setores que premiam reportagens de forma direcionada”.

Na edição 2015, foram distribuídos mais de R$ 123 mil em prêmios, entre a escolha principal e outras 13 categorias. O GLOBO foi vencedor em duas delas. A série “Anda e Para”, publicada na editoria de Economia, conquistou o prêmio de Reportagem. Já a série “Educar em áreas de conflito”, publicada em Sociedade, levou o Esso de Educação. Em 60 anos, mais de mil trabalhos foram premiados, tendo sido selecionados a partir de ao menos 33 mil inscritos.

*Informações de O Globo e Portal IMPRENSA

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *