ABI BAHIANA

Associação Bahiana de Imprensa repudia denúncia do MPF contra jornalista

A Associação Bahiana de Imprensa vem a público repudiar a decisão do Ministério Público Federal, ao denunciar o jornalista Glenn Greenwald sem que este tenha sido indiciado, muito menos investigado pela Polícia Federal na Operação Spoofing, que apura crimes de associação criminosa e interceptação telefônica de autoridades.

A ABI entende a medida do procurador Wellington Divino de Oliveira, da Procuradoria da República no Distrito Federal, como grave ameaça à liberdade de imprensa e tentativa inaceitável de intimidação contra jornalistas.

Além de inconstitucional, a denúncia afronta o Supremo Tribunal Federal. Em decisão recente, o STF, compreendendo a natureza do trabalho de profissionais de imprensa, determinou que Greenwald não fosse investigado pela referida operação da Polícia Federal.

Considerando as duras lições da história a nos ensinar que a democracia brasileira não pode prescindir da atividade jornalística, a Associação Bahiana de Imprensa conclama o Supremo Tribunal Federal a fazer valer o seu papel de guardião da Constituição, rejeitando a denúncia descabida.

Salvador, 21 de janeiro de 2020

Walter Pinheiro
Presidente

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo