Geral

“Cartas na mesa”: podcast aborda boas práticas e ética no jornalismo brasileiro

O Observatório da Imprensa, em parceria com o curso de jornalismo da ESPM, publicou uma série de podcasts com cinco episódios para abordar temas como ética no jornalismo, a lógica do clique e desinformação, o legado e o futuro do projeto Comprova, como as redações devem conversar com a audiência e diversidade no jornalismo brasileiro. Essa é a segunda edição do projeto “Cartas na Mesa – Jornalismo em Foco”, que surgiu como websérie no ano passado e migrou do vídeo para o podcast. A cada semana o público terá acesso a um tema que extrapola o campo jornalístico, seja pelos abalos na relação entre liberdade de expressão e democracia, seja porque a sociedade cobra cada vez mais informação verificada e responsável.

No programa, dois jornalistas conversam sobre um tema, sem a figura do mediador. O episódio de abertura traz o debate “Desafios e oportunidades para maior governança ética do jornalismo brasileiro”. Uma das convidadas do episódio que abre a série é Flavia Lima, atual ombudsman da Folha de S.Paulo. Formada em direito e ciências sociais, ela é a sexta mulher – e a primeira negra – a ocupar o cargo. Flavia debateu com Jorge Roberto Tarquini, professor de gestão de empresas de mídia no curso de jornalismo da ESPM e sócio-proprietário da Scribas, com larga experiência como diretor de redação de publicações e autor de livros como Doce veneno do escorpião e o mais recente, Vinte mil pedras no caminho, sobre um ex-piloto de avião que acabou na cracolândia.

Entre as questões em pauta na discussão, como as boas práticas podem fortalecer o jornalismo neste momento, a relação entre informação e fonte – principalmente no contexto da Vaza Jato – e os modelos de negócio que sustentam a atividade.

Nas quatro semanas restantes, o Observatório vai liberar os episódios:

12/11 – “Como a lógica do clique favorece a desinformação” (Ricardo Fotios – ESPM/UOL e Aline Sordili – ESPM/Rede Record);

19/11 – “O legado e o futuro do Projeto Comprova” (Daniel Bramatti – Abraji/Estadão e Sérgio Ludtke – Projor/Comprova),

26/11 – “Feedback acionável: como as redações podem e devem conversar com a audiência” (Antônio Rocha Filho – ESPM e Gabriela Terenzi – Infomoney);

03/12 – “Desafios e oportunidades para maior diversidade no jornalismo brasileiro” (Paulo Talarico – Agência Mural e Nina Weingrill – Énois Conteúdo).

Confira abaixo o episódio 1 

 

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo