Sem categoria

Conferência Global de Jornalismo Investigativo oferece 200 bolsas para jornalistas

Interessados devem trabalhar em veículos de mídia ou atuar como documentaristas residentes em países em desenvolvimento

A Rede Global de Jornalismo Investigativo (GIJN, sigla em inglês), junto com a associação alemã Netzwerk Recherche e a Interlink Academy for International Dialog and Journalism, está com inscrições abertas (aqui), até 5 de maio, para a 11ª edição da Conferência Global de Jornalismo Investigativo . O evento ocorrerá entre 26 e 29 de setembro em Hamburgo, Alemanha. Estão sendo oferecidas cerca de 200 bolsas para jornalistas que queiram participar.

Reprodução: GIJN/Ásia

Para poder se inscrever, os interessados devem trabalhar em veículos de mídia impressa, online, rádio, televisão ou atuar como documentaristas residentes em países em desenvolvimento. Também são habilitados à concorrência os profissionais da comunidade LGBT, indígenas, jornalistas cidadãos e jornalistas exilados de seus países de origem. Ter trabalhado com jornalismo investigativo é um diferencial. Os selecionados serão informados no dia 30 de junho.

As bolsas contemplam passagens aéreas de ida e volta, hospedagem, translado do aeroporto ao hotel, café da manhã e almoço durante a realização da conferência, além do jantar da cerimônia de premiação. As despesas diárias com transporte e alimentação ficam a cargo dos bolsistas que também deverão arcar com as taxas de visto e transporte do aeroporto no país de origem.

É exigido dos bolsitas a produção de uma reportagem sobre o GIJC19 ou a realização de uma apresentação do conhecimento adquirido no evento para outros jornalistas em seus países de origem. Exemplos de materiais produzidos em edições anteriores podem ser acessados aqui.

A Conferência é a maior reunião internacional de jornalistas investigativos e de dados e ocorre a cada dois anos. A GIJC19 trará mais de 150 painéis de discussão, workshops e sessões de network, além de programação especial sobre documentários, estratégias de sustentabilidade e segurança.


Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *