Em reunião da ABI, Marcelo Gentil fala sobre a reativação da Aberje na Bahia

Por / 0 Comentários / 11 julho, 2018

A Associação Bahiana de Imprensa (ABI) recebeu em sua sede nesta quarta-feira (11) o novo representante do capítulo baiano da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), Marcelo Gentil, para uma palestra sobre a reativação da entidade no estado. Gentil é também responsável pela comunicação da Odebrecht no Nordeste e destacou as medidas adotadas para superar a crise de reputação enfrentada pela empresa. O evento integra o projeto “Temas Diversos”, uma série de debates idealizada pela diretoria da ABI, com o objetivo de discutir assuntos relevantes da relação entre a imprensa e a sociedade.

Com mais de 22 anos de atuação, Marcelo Gentil assumiu em março deste ano o desafio de estimular as atividades do Capítulo Bahia da Aberje, uma organização profissional e científica sem fins lucrativos, fundada em 1967. Segundo ele, o foco da retomada da seção estadual será fortalecer o movimento associativo, a imagem da entidade junto aos centros de ensino e o papel estratégico do comunicador. Não por acaso, o tema da Aberje em 2018 é “Comunicação como Cultura”.

Para isso, a diretoria da Aberje adotou uma agenda que prevê encontros, palestras e cursos voltados para os profissionais da área. “Faremos em breve um curso aqui na Bahia. Temos a meta de fazer três encontros”, adiantou Gentil. Uma dessas ações para movimentar a Aberje no âmbito local foi o 1º Encontro Aberje Bahia, realizado na sede da Odebrecht, no início de junho. Ainda em julho será promovida a 2ª edição do encontro. Desta vez, no SENAI-CIMATEC, em Piatã.

Odebrecht

Uma das maiores multinacionais brasileiras teve seu nome atrelado, a partir de 2014, a um dos maiores escândalos de corrupção do Brasil, revelado pela operação Lava Jato. Depois de reconhecer que participou de práticas impróprias em sua atividade empresarial, a Odebrecht passou a colaborar com a justiça e a adotar estratégias para recuperar sua imagem. No início de 2016, o profissional de Relações Públicas, Marcelo Gentil, foi contratado pela organização para coordenar o relacionamento da empresa com a imprensa.

De acordo com Marcelo Gentil, um sistema de conformidade para prevenir, detectar e remediar desvios de conduta foi implantado pelo Grupo Odebrecht. Houve uma completa reestruturação dos modelos de gestão, para dar ênfase à ética e à transparência, medidas para combater quaisquer formas de corrupção e suborno. “Uma empresa não vai mudar sua cultura. Isso é uma coisa de todos nós. A comunicação é a ferramenta e o conceito mais importante para combater a ‘cultura da vantagem’”.

O presidente da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), Walter Pinheiro, ressaltou a importância da comunicação empresarial para o jornalismo e parabenizou o trabalho realizado por Marcelo Gentil. Além dos diretores da ABI, participaram da reunião o diretor geral do IRDEB – Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia, Flávio Silva Gonçalves, e o diretor da Ness Comunicação, Zeca Peixoto.


comentários

Seu comentário

E-mail (não será publicado)