ABI BAHIANA, Notícias

Imprensa e polícia discutem suas atribuições e limites de atuação

O delegado-geral Bernardino Brito Filho recebeu, nesta quinta-feira (8), as diretorias do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba) e das associações dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Brasil (Arfoc-Brasil) e da Bahia (Arfoc-BA), para uma reunião em seu gabinete, no edifício-sede da Polícia Civil, na Piedade.

O gestor da PC e os representantes dos jornalistas dialogaram para estreitar as relações entre as instituições e discutiram pontos sensíveis na atuação de ambas as classes, no sentido de alinhar métodos de trabalho, fortalecendo a parceria entre a polícia e a imprensa, em prol da sociedade.

Bernardino Brito Filho também propôs uma aproximação dos servidores policiais e profissionais de imprensa, por meio de um evento que deverá ser um ciclo de palestras ou seminários, organizados pela Acadepol, com o tema “A imprensa, a Polícia e seus limites: atribuições e visão de cada instituição”.

Participaram do encontro a presidente do Sinjorba, Marjorie Moura; a diretora de comunicação do Sinjorba, Margarida Neide; o presidente da Arfoc/BA, Roque Leônidas; o advogado Romualdo Santoso; além do presidente da Arfoc Brasil, Luís Hermano, que é membro do Conselho Consultivo da Associação Bahiana de Imprensa (ABI); e o decano repórter fotográfico Valter Lessa, diretor-executivo da ABI.

Fonte: Sinjorba e Polícia Civil

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *