Notícias

Imprensa escrita é a terceira instituição mais acreditada pelos brasileiros, diz pesquisa da FGV

A imprensa escrita é a terceira instituição mais acreditada pelos brasileiros, de acordo com o Índice de Percepção do Cumprimento da Lei (IPCLBrasil), levantamento estatístico realizado pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que avalia o respeito a leis e instituições. A mídia impressa alcançou 45% no índice de confiança entre os brasileiros. O índice só fica atrás das Forças Armadas (68%) e da Igreja Católica (57%), e empata com o Ministério Público (MP) (45%). As emissoras de TV estão em sexto lugar no ranking com índice de 34%. Em seguida, aparecem: em quinto lugar, grandes empresas (37%); em sétimo, a polícia (33%); em oitavo, o Poder Judiciário (25%); em nono lugar, o Governo Federal (19%); em décimo lugar, o Congresso Nacional (15%) e em último lugar, com apenas 5% de nível de confiança da população, os partidos políticos (5%).

O objetivo da pesquisa é medir, de forma sistemática, a percepção dos brasileiros em relação ao respeito dos cidadãos às leis e às ordens de algumas autoridades, visando retratar a relação do indivíduo com o Estado de Direito. Um dado interessante é que no que diz respeito à idade, quanto mais velhos são os entrevistados, maior é o índice de percepção do cumprimento da lei. Os entrevistados com mais de 60 anos apresentaram o maior índice de respeito às leis do que os jovens, com idade entre 18 e 34 anos.

O levantamento foi realizado no primeiro trimestre de 2015 e ouviu 1.650 pessoas dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco, Amazonas e Distrito Federal.  O índice de confiança da pesquisa é de 95%.

Circulação de jornais cresceu

Um estudo divulgado pelo Instituto Verificador de Comunicação (IVC) apontou que os cinco maiores jornais em circulação no país tiveram crescimento no primeiro quadrimestre de 2015, em comparação com o mesmo período do ano anterior. De acordo com a pesquisa, a migração dos veículos para o meio digital tem forte influência na queda da comercialização do jornal impresso, que segue ainda como fonte essencial de informação e são a base dos posts nas redes sociais. Isso mostra que a credibilidade dos jornais ultrapassa o papel e se estende a outras plataformas, como a web, os tablets e os smartphones.

Leia mais – Cresce a circulação dos cinco maiores jornais brasileiros

*Luana Velloso/ABI com informações do IPCLBrasil, Folha de S. Paulo e Revista B+.

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *