Sem categoria

Livro-reportagem denuncia casos de assédio em universidades de Vitória da Conquista

Medo de serem retaliadas, de ninguém acreditar nelas, de terem suas carreiras atingidas. Essas são algumas razões que inibem a publicização dos casos de assédio dentro das instituições de ensino. Em uma iniciativa para romper esse silêncio, a jornalista e escritora Giulia Santana resolveu trazer relatos de vítimas através da obra “Vozes”, que será lançada amanhã (28), às 9h, com a palestra “Livro-reportagem: entre a sensibilidade e a denúncia”, no auditório do módulo IV da UESB – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. O evento busca discutir a produção desse gênero jornalístico e mostrar como é possível denunciar crimes de forma sensível e contextualizada, por meio da narração de histórias de vida.

Giulia também é autora de “A Linha de Rumo” – Foto: Divulgação

Um dos poucos dados sobre o tema vem de uma pesquisa realizada pelo Instituto Avon em 2015, que revelou que 56% das alunas de graduação e pós declararam ter sofrido assédio de professores, colegas e técnicos administrativos. “Vozes nasceu da vontade de fazer algo sobre o que eu assistia de mãos atadas. Eu via casos de assédio sexual acontecerem e discussões morrerem em corredores, porque ainda se colocava a honra e a reputação do agressor sobre qualquer relato ou prova que se tivesse do crime”, conta Giulia, em entrevista à Associação Bahiana de Imprensa (ABI). “Eu me sentia sufocada, então lembrei que a única arma que tinha eram minhas palavras”, recorda a jornalista.

Originalmente produzido como Trabalho de Conclusão de Curso, “Vozes” dá visibilidade a relatos de estudantes que já sofreram assédio no interior de instituições de ensino superior de Vitória da Conquista. “Eu queria escrever um livro-reportagem desde o primeiro semestre da faculdade, e na hora do TCC, o útil se uniu ao desagradável e eu resolvi colher relatos de vítimas de assédio sexual”, disse a autora. O livro também mostra o que acontece nos bastidores das denúncias e apresenta depoimentos de especialistas acerca do assunto. “Espero que a leitura de Vozes toque quem precisa tocar e conforte quem precisa confortar, sem nunca deixar de perder o foco no mais importante: as vozes das vítimas”, destaca.

O livro de 42 páginas está disponível em formato de e-book, na loja oficial da Amazon na internet. A palestra que marca o lançamento do e-book contará com a presença da jornalista e professora do curso de Jornalismo da UESB, Flávia Motta, e da advogada e também professora da UESB, Luciana Santos Silva, especialista em violência contra a mulher. O evento tem apoio do site Avoador e do Grupo de Estudos e Pesquisas Narrativas, Formação e Experiência (Naforme).


SERVIÇO

Palestra "Livro-reportagem: entre a sensibilidade e a denúncia"
28 de agosto, às 9h
Auditório do módulo IV da UESB

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo