ABI BAHIANA

Livros da coleção pessoal do jornalista Francisco Viana são doados à ABI

Obras serão higienizadas e catalogadas para acervo da Biblioteca Jorge Calmon

Todo jornalista possui em sua cabeceira livros que o ajudaram na sua trajetória. Não seria diferente com Chico Viana, como era conhecido o assíduo leitor, Mestre e Doutor em Filosofia, falecido no dia 26 de agosto deste ano. A família, consciente da responsabilidade que a ABI assume na preservação da imprensa baiana, doou parte da coleção de livros pessoais de Chico à Biblioteca Jorge Calmon, da Associação Bahiana de Imprensa (ABI).

Antes de serem disponibilizados para acesso, as obras que incluem títulos como: A “História da Imprensa do Brasil” de Nelson Werneck Sodré, “Sobre o Estado”, de Pierre Bourdieu, e “The Reputations of Socrates: The Afterlife of a Gadfly”, de James W. Hulse, passarão por quarentena, higienização, e processos técnicos necessários para assegurar a preservação das obras e prevenir a ação de possíveis agentes agressores. A higienização de acervos visa a permanência estrutural e estética dos documentos, livros, jornais e demais publicações impressas, atuando como elemento de prevenção à saúde das pessoas envolvidas com os mesmos.

Outros títulos do Acervo de Chico Viana | Fotografia: I’sis Almeida

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo