Notícias

Manuscritos de Gabriel García Márquez serão disponibilizados para consulta

O método de trabalho do jornalista e escritor colombiano Gabriel García Márquez poderá ser observado pelo mundo todo, a partir desta quarta-feira (21/10), quando a biblioteca Harry Ransom Center, da Universidade do Texas, em Austin, abre para consulta o arquivo que comprou da família do autor por US$ 2,2 milhões (leia notícia aqui, em espanhol). De acordo com a Folha de S.Paulo, máquinas de escrever, objetos de escritório, rascunhos e as primeiras versões dos livros do jornalista, entre eles “Cem anos de Solidão” e “O Amor nos Tempos do Cólera”, estarão disponíveis.

O acervo conta com mais de 2.000 cartas que possibilitam conhecer a relação de Gabo com outros nomes do século 20, como o mexicano Carlos Fuentes, o alemão Günter Grass e o britânico Graham Greene. Gabriela Plit, professora de literatura da Universidade do Texas e coordenadora do projeto, informou que os manuscritos têm diversas anotações que revelam a investigação que o escritor fazia para selecionar as palavras que usaria.

Os documentos reforçam a guerra do jornalista com os advérbios que, para ele, o uso exagerado poluía e tratava a narrativa. “Suas obras têm várias versões, ele ia corrigindo, editando e escolhendo cada palavra. Era um trabalho artesanal, de carpintaria mesmo”, relatou o escritor e acadêmico porto-riquenho Héctor Feliciano, editor da coletânea “Gabo Periodista” (FNPI).

A peça de destaque do arquivo, entretanto, permanecerá sob vigilância. O documento em questão é o manuscrito da novela inacabada “Em Agosto Nos Vemos”, cuja edição era rejeitada por Gabo. Em respeito à vontade dele, a família decidiu que a obra não será publicada, mas estará acessível para consulta fisicamente.

A abertura do acervo também contará com um seminário internacional, entre 28 e 30 de outubro. Nomes como o anglo-indiano Salman Rushdie, a mexicana Elena Poniatowska, a colombiana Piedad Bonnett, o biógrafo britânico Gerald Martin, e o filho do escritor, o cineasta Rodrigo García, estarão presentes.

Além do seminário, haverá a exibição de filmes. Um deles é o recém-lançado documentário “Gabo – The Creation of Gabriel García Márquez”, de Justin Webster, que traz entrevistas com o ex-presidente americano Bill Clinton, fã e amigo do escritor, a agente espanhola Carmen Balcells e o jornalista americano Jon Lee Anderson.

*Informações do Portal Imprensa e Folha de S. Paulo

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *