ABI BAHIANA

Nota: ABI repudia violência contra profissionais da comunicação

A Associação Bahiana de Imprensa – ABI reitera sua posição de absoluto repúdio a toda e qualquer forma de violência contra quaisquer profissionais ou veículos de comunicação. Preocupada com a crescente onda de intolerância contra equipes de reportagem na cobertura da pandemia que ora nos infelicita, assim como em eventos políticos, a ABI traz a público a cobrança de medidas efetivas, por parte das autoridades policiais e do Ministério Público, no sentido de identificar, através de investigação regular, indiciar e oferecer denúncias à Justiça. É o esperado, antes que se consume ato irreparável contra a vida de profissionais a serviço da informação essencial ao enfrentamento à pandemia e à busca constante de respostas para os grandes problemas nacionais. Respostas que não se pode encontrar em ambiente que não esteja plenamente arejado pelas liberdades democráticas.

Os atos violentos praticados por manifestantes na Praça dos Três Poderes, na capital federal, envergonham o Brasil internacionalmente em pleno Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. Sobre eles, não cabe qualquer relativização. Já são suficientemente gravosos, os ataques e ameaças pela internet e tentativas de linchamentos virtuais – até aqui tolerados no limite da desídia pelas autoridades em todos os níveis. A recorrência impune de agressões físicas que, em última análise, configura censura sumária com o recurso da violência física, nivela agentes públicos e políticos aos agressores em matéria de covardia e pouco apreço pela democracia.

 

Walter Pinheiro – Presidente da ABI

comentários

Artigo anteriorPróximo artigo