ABI BAHIANA

Especialista avalia condições do acervo do Museu Casa de Ruy Barbosa

A convite da diretoria da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), o professor José Dirson Argolo, restaurador de obras de arte e especialista em preservação de monumentos e bens históricos, esteve no Museu Casa de Ruy Barbosa, na manhã desta segunda-feira (26). O objetivo da visita foi avaliar as condições em que se encontram o prédio e o acervo da instituição, além de buscar soluções para os problemas de segurança do imóvel, que há quase dois meses sofreu arrombamento e furto. O equipamento foi criado pela ABI e é mantido com o apoio do Centro Universitário UniRuy/Wyden.

Leia também: Polícia recupera um dos bustos roubados da Casa de Ruy Barbosa

O diretor da ABI, Luís Guilherme Pontes Tavares, e o restaurador José Dirson Argolo – Foto: Jorge Ramos

José Dirson Argolo verificou as peças e constatou que uma grande parte carece de ações de preservação e de restauro. De acordo com ele, o imóvel que abriga o museu precisa de um moderno e eficaz sistema de segurança, para impedir que sofra novos ataques de ladrões e vândalos. O profissional fará um relatório técnico minucioso para apresentar às diretorias da ABI e da UniRuy, com sugestões concretas para melhorar a guarda e conservação do espaço.

O acervo é constituído por centenas de peças em metal, louça, tecido e gesso, além de estatuetas, telas, mobiliário, livros e documentos diversos que se referem à vida, obra e trajetória de Ruy Barbosa (1849-1923). O “Águia de Haia”, como ficou conhecido, teve uma atuação marcante em mais de cinco décadas da história do Brasil, como jurista, diplomata, jornalista, escritor e político.

Mais: ABI recebe documento raro com discurso de Ruy Barbosa na Conferência de Haia

A intenção da ABI é que o equipamento esteja em condições de ser reaberto ao público e passe a exercer a sua finalidade, de receber visitantes e principalmente ser um centro de atividades de estudos, pesquisas e ações sobre Ruy Barbosa e sua obra. A visita foi acompanhada pelos jornalistas Luís Guilherme Dias Tavares e Jorge Ramos, diretores de Patrimônio e de Cultura da ABI, respectivamente.

O Museu Casa de Ruy Barbosa foi erguido sobre a casa onde, em 1849, nasceu Ruy Barbosa, na Rua dos Capitães (atual Rua Ruy Barbosa), Centro Histórico de Salvador. O imóvel original encontrava-se em ruínas quando foi adquirido pela ABI, através de uma campanha de subscrição popular liderada pelo jornalista Simões Filho (1886-1957).


Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *